Circular 01/2017 - Relatório da Reunião do Conselho e Comissão Distrital da 26ª Região Escoteira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Circular 01/2017 - Relatório da Reunião do Conselho e Comissão Distrital da 26ª Região Escoteira

Mensagem por Ricardo Gobbi em Qua Jan 25, 2017 12:12 pm

Íntegra da Circular 01/2017.
Íntegra da Circular 02/2017.

Também de forma muito resumida, apresento minhas ponderações por ocasião do INBADA 2017, ocorrido nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2017.
Por primeiro parabenizar o distrito e o Grupo Escoteiro 251º de São Carlos, SP, pelo acolhimento e organização do evento, o qual se desdobrou na mais absoluta tranquilidade, tendo nosso GEMR sido representando por mim, Ricardo e Terezinha, se manifestando em nome da Direção do Grupo, a Chefe Mirian, representando a seção Escoteira, e o Chefe Caíres e Chefe Helena representando a seção lobinho. Infelizmente a seção sênior e nosso clã pioneiro, não marcaram presença. Após a recepção e acolhimento dos Chefes e sua separação por ramos, em reunião junto aos demais dirigentes, passou-se ao sorteio de temas predefinidos para discussão:

1 - "Comunicação com os pais e jovens escotistas. Como fazemos em nossa unidade e qual a melhor forma?"
Após ouvir os demais grupos percebemos que, pela experiência, a melhor forma de comunicação é a que herdamos das administrações passadas, qual seja: whatsapp, separando grupos paras as seções e grupos espelhos para os pais, sendo o chefe de seção o administrados dos respetivos grupos; também um grupo destinado exclusivamente para a chefia e outro para a direção. Outra forma de tornar eficaz os comunicados via whatsapp seria através da ferramenta "listas de transmissão", presente no próprio aplicativo, onde todos do grupo recebem mensagens, mas apenas o emissor recebe as respostas... De qualquer forma, entendo desnecessária qualquer alteração da nossa forma de proceder e agir;

2 - "Condecorações e recompensas. Temos demonstrado nosso reconhecimento aos voluntários?"
Esse tema não requer maiores ponderações! Claro que devemos demonstrar nosso reconhecimento aos nosso Chefes, voluntários e colaboradores!!! Precisamos adotar uma política solida e eficaz com relação a esse tema, pois estamos deixando a desejar nesse quesito!

3 - NFP - Nota fiscal Paulista e convênio com o o Hospital Lacan de São Bernardo do Campo. Estamos cadastrando as notas fiscais?
No ano passado houve uma reunião versando sobre a captação de recursos para as UEL´s, sendo que fomos representados, naquela ocasião, pelo nosso diretor presidente Carlos Alberto Fernandes. Dentre formar de capitação de recursos existia uma derivada de um convênio firmado ente a Região e o mencionado Hospital. O convenio funciona da seguinte forma: nos registramos num site, através de um login e senha que nosso distrital nos passa e, nesse sistema, passamos a cadastrar notas fiscais paulista em branca, ou seja, sem a informação referente ao CNPJ ou CPF do consumidor. Os créditos tributários derivados dessas notas fiscais são repassados aos Hospital, que retorna, para a UEL 50% do valor em créditos a serem usados na regional... Esses créditos são usados para pagamento das anuidades, cursos e, entendo eu, produtos por exemplo. Como não sabíamos, não participamos, e entendo eu que, até criarmos condição de nos valermos dessa forma de captação em sua integralidade (100% ao nosso grupo), devemos nos inscrever nesse programa...

4 - Certificado de Funcionamento. Tudo ok?
Discorreu-se sobre a necessidade das UEL estarem formalmente em ordem. No nosso caso, sim, estamos formalmente em ordem, pendendo de registro apenas a nova composição dessa diretoria. Pretendemos marcar uma Assembleia de Grupo, ante do dia 20/02 para fazermos as nomeações do nossos novos delegados a tempo dos mesmos participarem da reunião do Congresso Regional dos dias 25 e 26 de março de 2017, bem como ratificar a composição da atual diretoria. Nosso prazo para acertamos todas as pendências é dia 30 de abril de 2017.

5 - Acordo de Trabalho voluntário. Todos os voluntários têm?
Devemos imediatamente promover o cadastro de voluntários e elaborar acordo com os voluntários que ainda não tem tal documento e atualizar aqueles que já tem referida documentação.

6 - Ideias para capitação de recursos.
Apresentou-se o mais do mesmo! Entre nosso grupo entendemos que devemos levar ao conhecimento dos pais e dos próprios jovens as necessidades de recursos financeiros, bem como as formas que podemos captar tais recursos. Um grupo se destacou por fazer uma campanha de lasanhas congeladas, tanto em virtude da praticidade, quanto em virtude dos valores. Bingos também são exemplos de atividades realizadas em outras UEL. Inobstante sugestões pontuais, devemos criar e fomentar uma plano de ação concreto para capitação de recursos. Inciativas da Chefe Viviane para o cadastro junto ao município, bem como outra iniciativas como a inscrição na Lei Rouanet e, também, ações concretas para a criação de uma rádio comunitária, sem prejuízo de outras ideias...

7 - Custos de Atividades. Como baratear?
Essa questão foi apresentada e algumas unidades tem barateado os custos com a capitação de alimentos para atividades em supermercados e comércio local.

8 - Incentivo a formação de adultos.
Discutiu-se a necessidade de formulação de uma política para o incentivo a formação de adultos, que possibilite que o grupo contribua com os custos de anuidade e de alguns cursos. Alguns grupos usam como politica a devolução dos gastos referentes as taxas de inscrição dos cursos preliminar e básico quando o adulto completa o curso avançado, arcando, ainda com os CTR´s...

9 - Plano de metas e ações.
Destacou-se a necessidade de formularmos (nós, como UEL) um plano de metas e ações. Exibiu-se um exemplo, e apresentamos um curso da FGV gratuito que pode contribuir com esse desiderato: curso FGV grátis. Realmente precisamos de uma reunião para discutirmos isso!

10 - Após, passamos a pauta do Indaba propriamente dita, a qual passou pelo calendário, destinação das verbas do Distrito, sendo que a aplicaremos no transporte de todos para o Congresso Regional dos dias 25 e 26 de março de 2017, em São Jose do Rio Preto e, por fim, por aclamação, no nosso Chefe Marcelo Romero foi nomeado coordenador distrital de radioescotismo...

Era o que havia a relatar.
avatar
Ricardo Gobbi
Diretor Administrativo
Diretor Administrativo

Mensagens : 123
Data de inscrição : 22/05/2016
Idade : 41
Localização : Rio Claro, SP

Ver perfil do usuário http://gemr.forum-livre.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum